Menu fechado

Análise, compreensão e interpretação de diversos tipos de textos verbais, não verbais, literários e não literários. – Resumo

Confira nossas 3 Dicas para passar em qualquer concurso. Clique Aqui!

Prestando concurso público? Confira nossas apostilas disponíveis! Clique aqui!

Análise, compreensão e interpretação de diversos tipos de textos verbais, não verbais, literários e não literários. – Resumo

Esse post será dividido entre os tópicos mais importantes e estes serão explicados separadamente para que tenha um melhor entendimento.

 

Interpretação de Texto

Para saber como interpretar um texto primeiro é preciso entender como um texto é construído, aqui vão abaixo alguns termos importantes a serem considerados:

Texto – é um conjunto de ideias organizadas e relacionadas entre si, formando um todo significativo capaz de produzir Interação comunicativa, isto é, capacidade de codificar e decodificar. como assim? um texto é uma união de muitas palavras com o objetivo de passar uma determinada informação para um leitor, o texto em si é um código enquanto sua interpretação é uma forma de decodificar.

Contexto – um texto é constituído por diversas frases. Em cada uma delas, há uma certa informação que a faz ligar-se com a anterior e/ou com a posterior, criando condições para a estruturação do conteúdo a ser transmitido. A essa interligação dá-se o nome de “contexto”. Nota-se que o relacionamento entre as frases é tão grande, que, se uma frase for retirada de seu contexto original e analisada separadamente, poderá ter um significado diferente daquele inicial.

Intertexto –  comumente, os textos apresentam referências diretas ou indiretas a outros autores através de citações. Esse tipo de recurso denomina-se INTERTEXTO.

Interpretação de Texto –  o primeiro objetivo de uma interpretação de um texto é a identificação de sua ideia principal. A partir daí, localizam-se as ideias secundárias, ou fundamentações, as argumentações, ou explicações, que levem ao esclarecimento das questões apresentadas na prova.

Normalmente, numa prova, o candidato é convidado a:

1. Identificar – é reconhecer os elementos fundamentais de uma argumentação, de um processo, de uma época (neste caso, procuram-se os verbos e os advérbios, os quais definem o tempo).

2. Comparar – é descobrir as relações de semelhança ou de diferenças entre as situações do texto.

3. Comentar – é relacionar  o conteúdo apresentado com uma realidade, opinando a respeito.

4. Resumir – é concentrar as ideias centrais e/ou secundárias em um só parágrafo.

5. Parafrazear – é reescrever o texto com outras palavras.

 

Interpretar   x   Compreender  

 

INTERPRETAR SIGNIFICA  COMPREENDER SIGNIFICA
– EXPLICAR, COMENTAR, JULGAR, TIRAR CONCLUSÕES, DEDUZIR.
– TIPOS DE ENUNCIADOS
• Através do texto, INFERE-SE que…
• É possível DEDUZIR que…
• O autor permite CONCLUIR que…
• Qual é a INTENÇÃO do autor ao afirmar que…
– INTELECÇÃO, ENTENDIMENTO, ATENÇÃO AO QUE REALMENTE ESTÁ ESCRITO.
– TIPOS DE ENUNCIADOS:
• O texto DIZ que…
• É SUGERIDO pelo autor que…
• De acordo com o texto, é CORRETA ou ERRADA a afirmação…
• O narrador AFIRMA…

 

Textos Verbais e Não-Verbais

Confira nossas 3 Dicas para passar em qualquer concurso. Clique Aqui!

Prestando concurso público? Confira nossas apostilas disponíveis! Clique aqui!

 

No cotidiano, sem percebermos usamos freqüentemente a linguagem verbal, quando por algum motivo em especial não a utilizamos, então poderemos usar a linguagem não verbal.

Linguagem verbal é uso da escrita ou da fala como meio de comunicação.
Linguagem não-verbal é o uso de imagens, figuras, desenhos, símbolos, dança, tom de voz, postura corporal, pintura, música, mímica, escultura e gestos como meio de comunicação. A linguagem não-verbal pode ser até percebida nos animais, quando um cachorro balança a cauda quer dizer que está feliz ou coloca a cauda entre as pernas medo, tristeza.

Dentro do contexto temos a simbologia que é uma forma de comunicação não-verbal.

Exemplos: sinalização de trânsito, semáforo, logotipos, bandeiras, uso de cores para chamar a atenção ou exprimir uma mensagem.

 

Textos Literários e Não-Literários

A forma de linguagem e a apresentação da informação estão entre as diferenças do texto literário do não literário.

texto literário é aprestado em uma linguagem pessoal, envolta em emoção, emprego de lirismo e valores do autor ou do ser (ou objeto) retratado.

Já o texto não-literário tem como marca a linguagem referencial e, por isso, também é chamado de texto utilitário.

Em resumo, o texto literário é destinado à expressão, com a realidade demonstrada de maneira poética, podendo haver subjetividade.

O texto não literário, contudo, é marcado pelo retrato da realidade desnuda e crua. É possível tratar sobre o mesmo assunto nas duas formas de texto e apontar o tema ao receptor sem prejuízo a informação.

Diferenças

Texto Literário Texto Não Literário
A linguagem empregada é de conteúdo pessoal, cheia de emoções e valores do emissor e há o emprego da subjetividade Uso da linguagem impessoal, objetiva em linha reta
Emprego da linguagem multidisciplinar e cheia de conotações Linguagem denotativa
Linguagem poética, lírica, expressa com objetivos estéticos na recriação da realidade ou criação de uma realidade intangível, somente literária Representação da realidade tangível
Primor da expressão Atenção, prioridade à informação

VEJA: Ponto de vista do autor

Vídeo(s):

 

 

Fontes: Info Escola, Só Concursos, Toda Matéria

Análise, compreensão e interpretação de diversos tipos de textos verbais, não verbais, literários e não literários. – Resumo

 

 

Originally posted 2018-01-29 23:07:04. Republished by Blog Post Promoter

Confira nossas 3 Dicas para passar em qualquer concurso. Clique Aqui!

Prestando concurso público? Confira nossas apostilas disponíveis! Clique aqui!

Publicado em:Português

Post relacionado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: