Menu fechado

Estrutura lógica de relações arbitrárias entre pessoas, lugares, objetos ou eventos fictícios – Resumo

Estudando para um concurso público? Veja nossas apostilas disponíveis!

Apostilas opção são boas? veja este artigo sobre.

Estrutura lógica de relações arbitrárias entre pessoas, lugares, objetos ou eventos fictícios – Resumo

Introdução

Estudando para um concurso público? Veja nossas apostilas disponíveis!

Apostilas opção são boas? veja este artigo sobre.

Esse conteúdo é também chamado de análise combinatória. Análise combinatória é uma parte da matemática que estuda, ou melhor, calcula o número de possibilidades, e estuda os métodos de contagem que existem em acertar algum número em jogos de azar. Esse tipo de cálculo nasceu no século XVI, pelo matemático italiano Niccollo Fontana (1500-1557), chamado também de Tartaglia. Depois, apareceram os franceses Pierre de Fermat (1601- 1665) e Blaise Pascal (1623-1662). A análise desenvolve métodos que permitem contar, indiretamente, o número de elementos de um conjunto. Por exemplo, se quiser saber quantos números de quatro algarismos são formados com os algarismos 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7 e 9, é
preciso aplicar as propriedades da análise combinatória. Veja quais propriedades existem:

– Princípio fundamental da contagem
– Fatorial
– Arranjos simples
– Permutação simples
– Combinação
– Permutação com elementos repetidos

Obs: a matéria foi dividida em posts diferentes para ficar mais organizado e de entendimento simplificado

Estrutura lógica de relações arbitrárias entre pessoas, lugares, objetos ou eventos fictícios – Resumo

Estudando para um concurso público? Veja nossas apostilas disponíveis!

Apostilas opção são boas? veja este artigo sobre.

Publicado em:Matemática,Raciocínio Lógico

Post relacionado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *